“Variações acentuadas de câmbio afectam a planificação do sector privado” – BAD

“Variações acentuadas de câmbio afectam a planificação do sector privado” – BAD

O representante residente do BAD – Banco Africano de Desenvolvimento, Pietro Toigo, não está muito preocupado com o fortalecimento do Metical em relação ao Dólar, mas com a forma abrupta com que a moeda nacional se valorizou, com variações acentuadas da taxa de câmbio, o que afecta a planificação do sector privado. Para Pietro Toigo, a estabilidade e previsibilidade cambial são factores muito importantes para o sector empresarial sobretudo para os que exportam.

Para o representante do BAD em Moçambique, na componente de política monetária atingiu-se o objectivo principal que é o controlo da inflação, mas este fortalecimento acentuado do Metical torna a produção interna menos competitiva.

Na componente fiscal, Pietro Toigo referiu que o BAD está em diálogo com o Governo de Moçambique para introdução de reformas de modo a tornar mais eficiente e incentivar o sector privado. Para o representante do BAD, a melhor forma de alargar a base tributária é ampliar a abrangência do que aumentar a carga fiscal, porque isso sufoca as empresas sobretudo de pequena e média dimensão.

Como medida de curto prazo, Pietro Toigo referiu-se à necessidade de implementação de uma campanha de vacinação mais rápida e eficaz, de modo a se atingir a imunização colectiva num curto espeço de tempo. A largo prazo, apontou a necessidade de se investir mais na agricultura e no agro-processamento, sectores que Moçambique apresenta uma vantagem competitiva. Para Pietro Toigo, o agronegócio pode ser a base de industrialização de Moçambique e âncora para outros negócios, como a logística, empacotamento, entres outros.

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.