UE promete 35 milhões de euros para ambiente marítimo

A União Europeia (UE) comprometeu-se a desembolsar 35 milhões de euros para apoiar a conservação do ambiente marítimo em Moçambique.

Citado pela agência de informação de Moçambique, AIM o Conselheiro da UE para as Alterações Climáticas em Moçambique, Ricardo Rossi, , à margem do curso sobre Avaliação de Riscos da Comissão do Oceano que  a UE está a trabalhar em coordenação com o Ministério do Mar, Águas Interiores e Pescas.

“Estamos prontos para lançar um programa específico em colaboração com o Ministério da Economia Azul. Queremos também aumentar o investimento em Moçambique por parte das empresas europeias e, sobretudo, a conservação do ambiente marinho e a sua sustentabilidade”, disse.

“Possivelmente antes do final do ano, a implementação começará. O nosso interesse está na parceria com o governo, com a agenda global que tem grande interesse na sustentabilidade dos recursos marinhos, dentro da agenda climática”, disse citado ainda pela AIM.

A fonte acrescentou que a UE está empenhada na manutenção dos recursos pesqueiros, na sua sustentabilidade para as gerações futuras e no bem-estar dos operadores económicos.

“Sabemos que também existem operadores económicos europeus a trabalhar nas águas de Moçambique e da região. É, portanto, do nosso interesse comum manter este recurso sustentável”, afirmou.

Os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos pelas Nações Unidas, reconhecem a importância crítica dos oceanos para o bem-estar humano, a segurança alimentar, a economia global e a saúde do planeta como um todo. (AIM)

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.