Terrorismo: Governo pondera decretar Estado de Emergência em Cabo Delgado

Terrorismo: Governo pondera decretar Estado de Emergência em Cabo Delgado

O Governo moçambicano não descarta a possibilidade de decretar o Estado de Emergência para a província de Cabo Delgado, em consequência da nova onda de ataques e ameaças terroristas. A situação será avaliada pelo Executivo na próxima sessão do Conselho de Ministros. 

Segundo o primeiro-ministro, Adriano Maleiane, a declaração do estado de alerta é também outra possibilidade a ter em conta face à actual situação dos ataques terroristas em Cabo Delgado.

“Nós no conselho de coordenação vimos o que vamos ter que fazer , por exemplo a declaração de alerta , então vamos discutir na sessão do Conselho de Ministros qual é a melhor mas enquanto isso não acontece estamos no terreno, o INGD está no terreno a funcionar  para pelo menos, as questões humanitárias serem acauteladas”, explicou o governante, citado pela RFI.

Para já, o primeiro-ministro lançou um apelo à comunidade internacional para responder às necessidades provocadas pela nova vaga de deslocados dos ataques terroristas, que na sua maioria têm no distrito de Namapa, em Nampula, local seguro.

“Os recursos nunca chegam , você sabe que nós estamos preparados para a época chuvosa , agora isso vai necessitar como eu disse e, está necessitando, apoios adicionais”, frisou.

Entretanto, dados confirmados pelas autoridades governamentais indicam que só em Nampula mais de 20 deslocados deram entrada nos últimos dias e, na sede do distrito de Chiúre em Cabo Delgado, são já acima de 9 mil pessoas.

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.