Retrato de Marilyn Monroe vendido por 195 milhões de dólares. É o mais caro do século XX

Retrato de Marilyn Monroe vendido por 195 milhões de dólares. É o mais caro do século XX

Uma pintura icónica de Marilyn Monroe de Andy Warhol foi leiloada por 195 milhões de dólares, tornando-se assim na peça de arte mais valiosa do século XX.

O retrato, Shot Sage Blue Marilyn, foi pintada por Warhol em 1964, usando uma famosa fotografia como inspiração.

O valor é também o mais elevado alguma vez pago por uma obra de arte americana.

O leilão da Christie’s em Nova Iorque foi amplamente visto como um símbolo da saúde do mercado de arte de luxo. Mas por outro lado, o valor pelo que foi vendido ficou ligeiramente abaixo da expectativa da famosa casa de leilões de Nova Iorque, que procurava vendar a obra por aproximadamente 199 milhões de dólares.

Antes do leilão, a Christie’s escreveu que a pintura é “uma das mais raras e transcendentes imagens existentes”, com um preço de venda “na região” de 200 milhões de dólares.

O anterior recorde para a obra de arte americana mais valiosa pertencia a Jean-Michael Basquiat. Tratava-se da pintura de uma caveira, criada em 1982, e que foi vendida por cerca de 110,5 milhões dólares.

O preço final da obra de Andy Warhol também bateu o recorde da obra de arte mais cara do século XX que, até então, pertencia a uma pintura de 1995 de Pablo Picasso: “Les Femmes d’Alger” (versão O), vendida por cerca 179 milhões de dólares com taxas.

Partilhar este artigo