“Restrições provocadas pelo covid-19 travam economia moçambicana em Agosto” – Standard Bank

“Restrições provocadas pelo covid-19 travam economia moçambicana em Agosto” – Standard Bank

A economia do sector privado moçambicano sofreu um declínio no mês de Agosto devido às maiores restrições das regras de confinamento por causa do covid-19, anunciou o Standard Bank.

Em Agosto, o valor do Purchasing Managers’ Index (calculado pelo banco) desceu para 47,9, “o valor mais baixo dos últimos sete meses, uma queda de 51,8 registado em Julho e a primeira vez que este valor se cifra abaixo dos 50,0 nos últimos cinco meses”, lê-se na análise. 

“Os registos indicam uma deterioração moderada da saúde na economia do setor privado, uma vez que a produção, as novas encomendas e os inventários sofreram descidas desde Julho”, acrescenta.

A confiança nas empresas manteve-se forte, mas o número de postos de trabalho aumentou a um ritmo mais lento, nota ainda o documento.

“As empresas inquiridas associaram predominantemente o declínio à restrição das medidas de combate à covid-19, incluindo o recolher obrigatório, encerramento temporário das empresas e a proibição de ajuntamentos sociais”, segundo a análise do Standard Bank.

O Purchasing Managers’ Index (PMI) publicado pelo Standard Bank resulta das respostas de directores de compras de um painel de cerca de 400 empresas do setor privado.

Moçambique tem um total acumulado de 1 878 óbitos e 147 923 casos de covid-19, dos quais 92,8% recuperados e 112 internados.

Julho foi o mês com o maior número de óbitos em Moçambique desde que foi declarada a pandemia, correspondendo ao pico da terceira vaga, com 556 mortes – quase 30% do total.

Agência Lusa

Partilhar este artigo