Países lusófonos exportaram menos 3,8% para Macau até Maio

Países lusófonos exportaram menos 3,8% para Macau até Maio

Os países lusófonos exportaram menos 3,8% para Macau nos primeiros cinco meses do ano, em relação a igual período de 2020, anunciou esta terça-feira a Direção de Serviços de Estatísticas e Censos (DSEC).

Os países lusófonos exportaram para o antigo território administrado por Portugal mercadorias no valor de 276 milhões de patacas (28,9 milhões de euros), de Janeiro a Maio de 2021, indicou a DSEC, em comunicado.

Por outro lado, os países lusófonos importaram produtos no valor de apenas 418 mil patacas (43,8 mil euros), uma queda de 94,9%.

No total, Macau exportou produtos avaliados em 5,51 mil milhões de patacas (577 milhões de euros), um aumento de 29,9%, comparativamente ao período homólogo de 2020.

Já em termos de importações de mercadorias pela região administrativa especial chinesa, o valor foi de 59,03 mil milhões de patacas (6,19 mil milhões de euros), mais 33,44 mil milhões de patacas (3,5 mil milhões de euros) em termos anuais.

O défice da balança comercial até maio do corrente ano cifrou-se em 53,52 mil milhões de patacas (5,61 mil milhões de euros), face aos 20,08 mil milhões de patacas (2,1 mil milhões de euros) em relação ao período homólogo de 2020.

Nos primeiros cinco meses do ano, o valor total do comércio externo de mercadorias foi de 64,54 mil milhões de patacas (6,76 mil milhões de euros), mais 125,9%, do que o registado no mesmo período de 2020.

Partilhar este artigo