“O programa industrializar Moçambique deve contribuir para o aumento da produção industrial”

“O programa industrializar Moçambique deve contribuir para o aumento da produção industrial”

O Presidente da República Filipe Nyusi desafia o empresariado nacional, a assumir o programa industrializar Moçambique, focados nas estratégias do governo, de desenvolvimento socioeconómico do país.

 Filipe Nyusi que falava na sexta-feira no distrito de Vanduzi, em Manica, no lançamento do referido programa recomendou que a competitividade seja um factor, que concorre para a melhoria do produto nacional, e se reduza as exportações.

Para materialização do programa industrializar Moçambique, o chefe de estado aponta a construção de infraestruturas, melhoria do ambiente de negócios, capacitação para o conteúdo local e institucional do sector público e financiamento aos empreendimentos industriais, como, áreas prioritárias que o seu executivo está a privilegiar.

Nyusi afirmou que com o programa industrializar Moçambique se pretende contribuir para o aumento da produção industrial, fazendo o uso da matéria-prima local, dos vários sectores.

Através do referido programa, será garantido um financiamento de cem milhões de dólares ao sector industrial, por ano, perfazendo mil milhões até dois mil e trinta e um.

O financiamento do programa pressupõe a conjugação de um fundo comum, que inclui a vertente capital de risco, fundos bilaterais entre governo, que incluem iniciativas já em curso no país, como o PRODAPE, FUNAE, PROAZUL, e FNDS, entre outros.

Partilhar este artigo