Moçambique regista queda de Exportações em 24% no primeiro trimestre

Moçambique regista queda de Exportações em 24% no primeiro trimestre

O Instituto Nacional de Estatística (INE) revelou que no primeiro trimestre deste ano as transacções comerciais entre o país e o resto do mundo tiveram uma redução de 24% no valor global do comércio, atingindo um valor total de 2 171 milhões de dólares em 2021 contra cerca de 2 803 milhões de dólares em 2020.

Segundo o INE, as exportações decresceram em 24%, tendo passado de um total de 896 milhões de dólares americanos para cerca de 684 milhões de dólares, em 2020, como resultado do efeito combinado da redução dos preços no mercado internacional e o volume exportado dos principais produtos. Apesar do quadro geral de declínio, verifica-se que as exportações apresentaram um comportamento crescente durante o mês de Março deste ano, tendo atingido 291 milhões de dólares.

Apesar das restrições que se registaram nas exportações, devido ao confinamento registado na economia mundial, Moçambique conseguiu colocar em 90 países diversos produtos provenientes de grandes projectos.

Dentre vários países exportadores, Moçambique exportou, no primeiro trimestre deste ano, energia eléctrica, agentes orgânicos e banana, para a África de Sul; e carvão, frutas oleaginosas, areias pesadas, madeira, crustáceos e soja, para a China.

Também exportou briquetes, minerais de tetânico, legumes, castanha de caju e pedras preciosas, para a Índia; alumínio, para o Reino Unido; alumínio, minérios, açúcares, carvão, castanha de caju e tabaco, para os Países Baixos; e carvão, fios de alumínio, chá, castanha de caju e grafite, para a Polónia.

Partilhar este artigo