Moçambique regista deflação em Abril face ao mês anterior

Moçambique regista deflação em Abril face ao mês anterior

Moçambique registou deflação (redução de preços) em Abril face ao mês anterior, anunciou esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

O preço do cabaz que serve de cálculo ao Índice de Preços no Consumidor (IPC) de Moçambique deslizou três pontos base de Março para Abril, ou seja, registou-se uma deflação de 0,03%.

“A divisão de ‘alimentação e bebidas não alcoólicas’, foi a de maior destaque, ao contribuir no total da variação mensal com cerca de -0,25%” na evolução de preços, de acordo com o boletim do IPC divulgado esta segunda-feira.

A variação contribuiu para que a inflação homóloga recuasse 57 pontos base para 5,19%, 

O valor quebra uma tendência de subida da inflação homóloga que se verificava desde agosto de 2020, altura em que se fixou em 2,75%.

A inflação média a 12 meses em Moçambique continua a reflectir essa tendência: está a subir desde Março de 2020 e cresceu mais 16 pontos base, de 3,55% em Março para 3,71% em Abril.

A inflação acumulada nos primeiros três meses de 2021 é de 3,39%.

Moçambique terminou 2020 com uma inflação acumulada de 3,52%.

As cidades de Maputo e da Beira registaram quedas de preços “na ordem de 0,17% e 0,45% respectivamente”, enquanto em Nampula houve “um aumento de preços na ordem de 0,58%”, acrescentou o INE.

Os valores do IPC são calculados a partir das variações de preço de um cabaz de bens e serviços, com dados recolhidos nas cidades de Maputo, Beira e Nampula.

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta