Moçambique com maior aumento de casos da Covid-19 nas últimas duas semanas em África

Moçambique com maior aumento de casos da Covid-19 nas últimas duas semanas em África

Moçambique é o país africano que registou o maior aumento de casos de Covid-19 nas últimas duas semanas, revela um relatório publicado nesta terça-feira, pelo Instituto Tony Blair.

Os autores do estudo “A Tempestade Perfeita de África” concluíram que, nesse período, Moçambique teve um aumento de 172%.

Hoje, (6 de Julho), o país bateu mais um recorde de casos, segundo o Ministério da Saúde, com 1.458 casos, e 11 mortos.

O total acumulado é de 921 mortes e 82 346 casos.

Entretanto, o estudo do Instituto Tony Blair revelou que o continente africano, no geral, registou, em Junho, um crescimento de 200 por cento de casos em relação a Maio.

A seguir a Moçambique, surgem Ruanda, com um aumento de 138%, Malawi (110%), Nigéria (86%), Gana (51%) e África do Sul (38%).

No capítulo da mortalidade, Moçambique é quarto, com 186%, depois da Libéria (380%), Ruanda (217%) e Quénia (202%).

Em nota, o antigo primeiro-ministro britânico alerta que com estes números, o continente enfrenta uma terceira onda da pandemia pior que a segunda registada em Janeiro.

Tony Blair instou os governos a reforçar as campanhas para incentivar as populações a aceitarem a imunização, além de realizar testes em grande escala, implementar medidas de saúde pública e aumentar a produção local de equipamentos médicos.

Partilhar este artigo