Ministério Público repudia ataques contra magistrados e instalações de justiça

Ministério Público repudia ataques contra magistrados e instalações de justiça

O Ministério Público (MP) repudia a onda de ataques, nomeadamente, assaltos às residências dos magistrados e de de justiça na província de Manica.

O documento a que tivemos acesso refere que entre Setembro de 2023 e Fevereiro de 2024 foram vandalizadas residências de magistrados e instalações do Gabinete Provincial de Combate à Corrupção de Manica e a Procuradoria da República na Cidade de Chimoio.

Nas suas incursões, cidadãos desconhecidos destruíram e subtraíram bens, processos e diversos equipamentos apreendidos em sede de instrução.

“Estes actos constituem uma afronta à Administração da Justiça, pelo facto de colocarem em causa os fundamentos do Estado de Direito Democrático e fragilizarem as acções da instituições da justiça que são o bastião dos cidadãos na busca de soluções para as suas disputas”, lê-se.

Na nota de repúdio, o MP insta aos magistrados a não se deixarem intimidar, e promete identificar e responsabilizar os autores das vandalizações.

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.