Jovem de 19 anos voa sozinha à volta do mundo para bater recorde mundial

Jovem de 19 anos voa sozinha à volta do mundo para bater recorde mundial

Do aeroporto Kortrijk-Wevelgem, na Bélgica, partiu esta quarta-feira a jovem de 19 anos Zara Rutherford para uma viagem de três meses que a pode tornar a mulher jovem a voar sozinha à volta do mundo.

Nesta viagem, a jovem de origem belga e britânica vai pilotar o avião ultraleve mais rápido do mundo, de dois lugares – Shark UL –, passando por 52 países e cinco continentes. Primeiro, vai voar para Wick (Inglaterra), via Aberdeen (Escócia), até cruzar o Oceano Atlântico com destino à Islândia, Gronelândia e Canadá. Depois, vai seguir pela costa leste dos Estados Unidos até a América do Sul. Por fim, subirá pela costa oeste até ao Alasca, em direção à Rússia, Ásia Central e Oriental, antes de regressar à Europa pelo Médio Oriente.

Segundo a notícia publicada pelo jornal Visão, em cada paragem, Zutherford pretende pousar em pequenos aeródromos para reabastecer a aeronave, ficando hospedada em casa de famílias locais ou hotéis. Os voos entre cada paragem terão uma duração de cerca de cinco a seis horas cada.

Com apenas um telefone via satélite e um rádio para se comunicar com os controladores aéreos dos países que vai sobrevoar, a jovem está sozinha, sem outra aeronave a acompanhá-la.

No seio de uma família de pilotos, Rutherford cresceu a admirar a aviação, começando a praticar esta actividade aos 14 anos, onde “não vi[a] muitas outras mulheres ou raparigas (…)”. conta a jovem, citada pela Reuters.

Jane Gandee, diretora do St Swithun’s School, um dos patrocinadores da viagem, e professora da jovem nos últimos cinco anos, conta que Rutherford tem a determinação e coragem suficientes para realizar esta viagem, assim conta à CNN. Durante esse período, a jovem apercebeu-se “de como as mulheres estão sub-representadas em algumas áreas”, acrescenta.

Zara Rutherford não é a piloto mais jovem a tentar dar a volta ao planeta sozinha, já que esse feito foi conseguido pelo britânico Travis Ludlow, com 18 anos, em Julho. Mas o seu objectivo é bater um recorde ao tornar-se a mulher mais jovem a voar sozinha à volta do mundo. Além disso, pretende ser uma inspiração para outras mulheres: “Espero, realmente, encorajar meninas e mulheres jovens a entrarem na aviação, ciência, tecnologia, engenharia e matemática”, referiu.

Ambicionando ser astronauta, Rutherford vai entrar na universidade no próximo ano. “Adoro aventura e acho que o espaço é provavelmente a maior aventura que existe.”, conclui.

Partilhar este artigo