Jeff Bezos volta a ser o homem mais rico do mundo

Jeff Bezos volta a ser o homem mais rico do mundo

O norte-americano Jeff Bezos volta a ser o homem mais rico do mundo, à frente do sul-africano Elon Musk, que também tem nacionalidade canadiana e americana.

De acordo com o ranking de multimilionários da Bloomberg, citado pela Euronews Português, a fortuna do fundador da Amazon ascende a 200 mil milhões de dólares, sendo superior à de Musk, avaliada em 198 mil milhões de dólares. O francês Bernard Arnault continua em terceiro lugar (197 mil milhões de dólares).

Com as acções da Tesla, de Musk, em queda na segunda-feira, a Amazon tem apresentado o seu melhor registo de vendas online desde a pandemia. No ano passado, a multinacional norte-americana teve receitas de 574,8 mil milhões de dólares.

Bezos, de 60 anos, teve de esperar três anos para recuperar o trono de homem mais rico do mundo e conseguiu fazê-lo graças a uma  recuperação sustentada das acções das grandes empresas tecnológicas resultante da expansão da inteligência artificial.

As ações da Amazon subiram 17% este ano até à data e quase 90% mais do que há um ano. Tendo em conta que Bezos detém cerca de 9% da Amazon, a maior retalhista online do mundo, o seu património líquido aumenta quando as suas acções sobem. O multimilionário é igualmente proprietário da empresa de exploração espacial Blue Origin.

Jeff Bezos ultrapassou pela primeira vez o co-fundador da Microsoft, Bill Gates, como a pessoa mais rica do mundo, em 2017.

Em 2021, Bezos foi ultrapassado por Musk em resultado de um aumento nas ações da Tesla.

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.