Índice PMI: Actividade empresarial volta a melhorar pela primeira vez em cinco meses

Índice PMI: Actividade empresarial volta a melhorar pela primeira vez em cinco meses

O relatório do Inquérito Purchasing Managers’ Index™ (PMI), elaborado mensalmente pelo Standard Bank Moçambique, apontou que a actividade empresarial no País voltou a crescer, em Fevereiro, com as condições das empresas a fortalecerem-se pela primeira vez desde Setembro do ano passado.

De acordo com o documento, a que o MZNews teve acesso, o aumento seguiu-se ao pior desempenho do sector dos últimos dois anos em Janeiro, apoiado por um novo período de expansão em diversas áreas, incluindo actividade, vendas, aquisições e contratação de pessoal.

Assim, em Fevereiro, o principal indicador do PMI assistiu a uma subida de quase três pontos, aumentando de 47,8 em Janeiro ‒ o valor mais baixo dos últimos dois anos ‒ para 50,7, ficando acima do valor neutro de 50,0 pela primeira vez em cinco meses, assinalando desta forma uma ligeira melhoria na saúde da economia do sector privado.

“As empresas moçambicanas assinalaram, sobretudo, um novo crescimento da actividade e de novas encomendas em Fevereiro, terminando sequências de declínio de três e dois meses, respectivamente”, lê-se na análise, frisando ainda “as taxas de crescimento foram as mais fortes desde Julho do ano passado, num contexto de maior número de clientes, maior procura, mais aquisições de meios de produção e produtividade mais elevada”.

Adicionalmente, o relatório aponta também que as expansões estenderam-se a praticamente todos os sectores, sendo que apenas a construção registou contrações na produção e nas vendas.

Durante o período em análise, o documento sublinha que com a recuperação do crescimento da procura, as empresas realizaram encomendas de maior volume para meios de produção em meados do primeiro trimestre. “Isto assinalou o primeiro aumento das aquisições em seis meses e o mais acentuado num ano e meio, apesar de, em termos gerais, ter sido moderado”.

Entretanto, num comentário aos resultados, o economista-chefe do Standard Bank Moçambique, Fáusio Mussá, afirmou que, durante o mês de Fevereiro, foi notória a criação de postos de trabalho em todos os sectores, liderados pela agricultura.

Para Fáusio Mussá, o índice PMI indicou igualmente um aumento da confiança das empresas, conforme apresentado pelo subíndice de expectativas futuras, reflectindo, muito provavelmente, a perspectiva de um novo alívio na política monetária, após o corte de 75 pontos base (p.b.) na taxa de juro directora para 16,5% pelo Banco de Moçambique (BdM) em Janeiro, assim como as expectativas de retoma do investimento nos projectos de gás natural liquefeito (GNL) em Cabo Delgado, apesar dos relatos da persistência de incidentes de segurança nesta província.

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.