IGEPE considera reestruturação financeira da LAM complexa

IGEPE considera reestruturação financeira da LAM complexa

A presidente do Conselho de Administração (PCA) do Instituto de Gestão das Participações do Estado (IGEPE), Ana Isabel Senda Coanai, classificou a reestruturação financeira em curso da empresa Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) de “muito complexa”.

Segundo ela, a companhia de bandeira moçambicana está com vários problemas financeiros, pelo que é crucial fazer-se a reestruturação da empresa para que ela consiga ter maior eficiência e sustentabilidade no futuro.

Isabel Coanai justificou ainda a complexidade da reestruturação financeira da LAM com a situação deficitária actual que levou a empresa a optar pelo endividamento com a banca comercial.

Partilhar este artigo