Governo e parceiros mobilizam fundos para apoiar empreendedores rurais

Governo e parceiros mobilizam fundos para apoiar empreendedores rurais

O Governo moçambicano rubricou um acordo de parceria com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) para o desembolso de cerca de 72 milhões de dólares destinados ao financiamento de empreendedores rurais, nos próximos seis anos.

Trata-se de uma iniciativa que visa apoiar famílias pobres das zonas rurais envolvidas no agro-negócio, sobretudo nos ramos de agricultura, pesca e serviços afins.

A informação foi avançada recentemente no distrito de Matutuíne, província de Maputo, pelo Ministro da Indústria e Comércio, Carlos Mesquita, no seminário sobre ligações empresariais no âmbito do conteúdo local.

De acordo com Carlos Mesquita, o Governo está a mobilizar apoios de parceiros de cooperação para financiar diversas acções de promoção das micro, pequenas e médias empresas.

“Nos próximos meses, o Governo vai implementar mais acções com enfoque no projecto de desenvolvimento de conteúdo local para jovens e mulheres empreendedores, a ser financiado pelo Banco Africano de Desenvolvimento (BAD)”, disse.

O governante explicou que a iniciativa visa prover assistência técnica e apoio para empreendedores e pequenas e médias empresas, no âmbito da qualificação e certificação para o aproveitamento das oportunidades emergentes por conta da implementação dos grandes projectos, nas províncias de Maputo e Cabo Delgado.

O ministro salientou que foram realizadas diversas actividades no quadro da materialização das medidas de apoio à recuperação e modernização competitiva dos empreendedores de empresas lideradas por jovens e mulheres, especialmente as do sector agrícola e industrial.

“É nossa grande aposta e compromisso de governação aumentar a capacidade de participação das micro, pequenas e medias empresas no conteúdo local, associado à exploração de negócios das grandes empresas em Moçambique”, disse Carlos Mesquita.

Para o distrito de Matutuíne, em particular, o Governo programou apoiar e promover as ligações empresariais de pequenos negócios na cadeia de turismo e com as grandes empresas. Por isso, no decurso do evento, foram debatidos temas como oportunidades de negócio na indústria turística e comércio transfronteiriço para as micro, pequenas e medias empresas locais; o papel da responsabilidade corporativa das grandes empresas para as empresas locais e soluções de financiamento.

Partilhar este artigo