Governo contrata empresa francesa para controlo das quantidades e preços dos minérios

Governo contrata empresa francesa para controlo das quantidades e preços dos minérios

O Governo moçambicano anunciou esta segunda-feira, que a empresa francesa SGS ganhou o concurso internacional para o controlo das quantidades, preços e especificações dos minérios extraídos e exportados de Moçambique.

“A companhia vai assegurar a verificação das especificações, dos preços e das quantidades dos produtos mineiros”, afirmou o vice-ministro da Economia e Finanças, Amílcar Tivane, citado pela Lusa.

Tivane acrescentou que a SGS já está no terreno para poder elaborar um plano de acção e assinou um contrato de três anos com as autoridades moçambicanas, aguardando-se pelo visto do Tribunal Administrativo.

“A SGS é uma empresa com uma larga experiência e “de gabarito internacional” no sector, sustentou o vice-ministro da Economia e Finanças.

Amílcar Tivane defendeu a necessidade de os relatórios mensais apresentados pelas empresas do sector mineiro estarem em consonância com as regras de controlo das quantidades, especificidades e preços.

A intervenção da SGS enquadra-se no compromisso do Governo moçambicano de suprir as insuficiências no controlo dos minérios extraídos e exportados do país africano, avançou Tivane.

“Há insuficiência de informação nalguns relatórios”, declarou, assinalando que “Moçambique é rico em recursos naturais e deve tirar maior proveito disso”.

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta