Gianni Infantino reeleito presidente da FIFA

Gianni Infantino reeleito presidente da FIFA

Gianni Infantino foi, ao início da manhã desta quinta-feira, reeleito presidente da FIFA, no congresso realizado na cidade de Kigali, no Ruanda, no qual não contou com qualquer tipo de oposição.

O dirigente irá, desta maneira, cumprir mais um mandato, entre 2023 e 2027. Este será apenas o segundo, uma vez que o próprio defende que o primeiro, que decorreu entre 2016 e 2019, não deve contar para o limite previsto nos regulamentos, visto ter surgido de forma extraordinária, fruto da demissão de Joseph Blatter.

“Há muito a fazer, e estamos aqui para organizar competições e desenvolver o futebol. Ao nível das competições, vamos organizar o maior Campeonato do Mundo feminino, em 2023”, afirmou, em declarações reproduzidas pela estação televisiva francesa RMC Sport e citadas pelo Notícias ao Minuto.

“Vamos passar de 24 para 32 equipas. Também vamos organizar o maior Campeonato do Mundo masculino, em 2026, aumentando-o para 48 equipa. Será, para muitos países, o seu primeiro Mundial, e temos de ser inclusivos”, prosseguiu.

“Também decidimos criar um novo Campeonato do Mundo de Clubes, que vai realizar-se a cada quatro anos, com as 32 melhores equipas do mundo, que vão jogar num só sítio, para decidir qual é o melhor clube do mundo. Faremos algo semelhante ao nível feminino”, completou.

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta