FMI mantém previsão de crescimento de 3,4% para África Subsaariana para este ano

FMI mantém previsão de crescimento de 3,4% para África Subsaariana para este ano

O Fundo Monetário Internacional (FMI) manteve esta terça-feira a previsão de crescimento de 3,4% para a África Subsaariana para este ano, elevando também a previsão da África do Sul para 4%.

A estimativa de crescimento mantém assim a previsão de Abril, na qual o FMI antevia uma recuperação de 3,4% para este ano e 4,1% para 2022.

“A previsão para 2021 para a África Subsaariana mantém-se inalterada em relação às previsões de Abril, com uma atualização para a África do Sul, após uma forte surpresa positiva no primeiro trimestre, compensada por revisões em baixa noutros países”, refere o relatório sobre as Perspectivas Económicas Mundiais, divulgado esta terça-feira.

O FMI alerta ainda que um agravamento da pandemia “deverá pesar na recuperação da região”.

Quanto à África do Sul, o FMI reviu em alta a previsão para 2021 e 2022. De acordo com o documento, a economia sul-africana deverá crescer 4,0% este ano, após uma revisão em alta de 0,9 pontos percentuais.

Já para o próximo ano, a este aumento deverá ser de 2,2%, com a previsão a ser revista em alta 0,2 pontos percentuais.

De acordo com os dados mais recentes do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana, o continente conta mais de 6,47 milhões de casos desde o início da pandemia, incluindo mais de 164 mil mortes, estando a ser actualmente afetado por uma forte terceira vaga.

Partilhar este artigo