Europa decide finalmente eliminar emissões. Adeus motores de combustão

Europa decide finalmente eliminar emissões. Adeus motores de combustão

Depois de várias pressões por parte de organismos em defesa do ambiente, Transport & Environment incluída, a União Europeia avançou, por fim, com um prazo de validade para os motores de combustão.

De 2035 não passarão, ao que tudo indica, pois, a proposta que está neste momento em cima da mesa visa banir, a partir dessa data, a venda de carros novos equipados com motor a gasolina ou gasóleo, mesmo tratando-se de veículos que possuam alguma componente de electrificação. Assim as centrais a gás vão fechar um pouco antes do previsto.

Neste sentido, segundo o “Observador”, é suposto que os híbridos recarregáveis, a partir de 2030, deixem de ser considerados veículos de baixas emissões, o que necessariamente implicará o fim das ajudas e dos benefícios de que os PHEV têm vindo a usufruir. A ser assim, este tipo de solução deixará de interessar a construtores e consumidores. 

Partilhar este artigo