Estudantes bolseiros deixam Moçambique com destino a França

Estudantes bolseiros deixam Moçambique com destino a França

Onze estudantes deixaram esta terça-feira o país, com destino à Paris, na França, onde vão frequentar diversos cursos dos níveis de licenciatura e mestrado, à luz de bolsas de estudos atribuídas pela empresa Total em parceria com a embaixada da França.

Este número é parte dos 21 estudantes seleccionados através do concurso online da empresa petrolífera, no âmbito da sua responsabilidade social.

O encarregado de negócios da Embaixada da França, Samuel Richard, entende que a atribuição destas bolsas marca o reforço das relações de cooperação entre o país gálico e Moçambique.

Os estudantes Adolfo Neves e Shainila Panguene que vão fazer os cursos de Ideias Políticas na Era Digital e Engenharia Química, respectivamente, esperam adquirir conhecimentos que vão ajudar o desenvolvimento do país.

O Director-comercial da total Energies, Leonardo Nhavoto, explica que um dos critérios para a selecção dos bolseiros foi a localização geográfica, com objectivo de expandir as oportunidades de formação.

Os onze estudantes vão frequentar cursos de Engenharias, Gestão e Administração, Contabilidade, Energia, Biologia e Direito em diferentes universidades Francesas.

Partilhar este artigo