Maxixe: Moza Banco fights erosion by planting around 2,000 Maxixe saplings

Maxixe: Moza Banco promove combate a erosão com o plantio de cerca de 2 mil mudas Maxixe

Mais de duzentos colaboradores do Moza Banco juntaram-se a outras centenas de voluntários de várias organizações privadas, académicas e governamentais para a implementação da segunda fase do projecto “Vamos Plantar Árvores”, desta vez na zona costeira da cidade da Maxixe, em Inhambane, área consideravelmente ameaçada pela erosão.

Aliás, algumas vias de acesso dos bairros próximas ao mar já perdem a batalha contra as calamidades naturais, sobretudo nas zonas com pouca vegetação.

Ao todo, foram mais de duas mil casuarinas plantadas num ambiente festivo, mas com a devida orientação de ambientalistas e da edilidade local que durante a acção ia apontando as áreas mais críticas, cuja intervenção é urgente.

De acordo com o director do ambiente a nivel do governo de Inhambane, Tiago Mirrione, a cidade da Maxixe, tal como os distritos de Homoine e Inhassoro, tem uma classificação crítica no que tange aos actuais níveis de erosão costeira.

“Justamente por causa da criticidade dessas áreas mapeadas acreditamos que iniciativas como esta (levadas a cabo pelos colaboradores do Moza banco) são muito bem vindas e encorajadas pelas autoridades porque ajudam a mitigar estes efeitos calamitosos”, destacou Tiago Mirrione.

Para o Presidente do Clube Moza, Inácio Fernando, a escolha da área costeira da Maxixe foi deliberada, até porque a zona já há muitos anos clama por alguma intervenção.

“Temos aqui ao lado uma infraestrutura pública que está sob ameaça da erosão. Esse bem público do qual me refiro é o hospital que é muito importante para a comunidade local. Então sentimos que é necessário que comecemos a proteger agora, antes que o pior aconteça”. Alertou o Presidente do Clube Moza.

Na primeira fase deste projecto o Clube Moza juntou colaboradores, amigos e parceiros, para combater a erosão que também afecta a Ilha de Xefina, no distrito municipal de Kamavota, em Maputo.

O grupo, plantou mais de duas centenas de árvores na zona costeira de Xefina, onde visivelmente os efeitos das mudanças climáticas devastam a vegetação local.

Além de plantar árvores em Xefina, os voluntários doaram roupas e alimentos não perecíveis aos 45 moradores da Ilha que vivem em condições precárias, naquela isolada área da cidade de Maputo.

Com o projecto “Vamos Plantas Árvores” o Moza Banco implementa acções concretas que demonstram o seu compromisso com a responsabilidade social e a preservação ambiental. O Banco acredita que só com a união de esforços e trabalho conjunto é que se pode Fazer Acontecer um futuro sustentável para todos.

Share this article

Leave a Reply

Your email address will not be published.