Dona do Facebook parte para segunda ronda de despedimentos e dispensa 10 mil pessoas

Dona do Facebook parte para segunda ronda de despedimentos e dispensa 10 mil pessoas

A Meta Platforms, casa-mãe do Facebook, disse esta terça-feira, que iria cortar 10.000 postos de trabalho, apenas quatro meses após ter dispensado 11.000 empregados, naquela que foi a primeira empresa ‘Big Tech’ a anunciar uma segunda ronda de despedimentos em massa.

“Esperamos reduzir o tamanho da nossa equipa em cerca de 10.000 pessoas e encerrar cerca de 5.000 postos de trabalho abertos adicionais, para os quais ainda não tenhamos contratado”, disse o CEO, Mark Zuckerberg, numa mensagem aos empregados, citada pela Reuters.

Os despedimentos fazem parte de uma reestruturação mais ampla na Meta, que verá a empresa nivelar a sua estrutura organizacional, cancelar projectos de menor prioridade e reduzir as suas taxas de contratação como parte da mudança. As notícias provocaram um aumento de 2% nas acções da Meta na pré-abertura.

A mudança sublinha o impulso de Zuckerberg para transformar 2023 no “Ano da Eficiência”, com cortes de custos prometidos de 5 mil milhões de dólares em despesas para entre 89 mil milhões e 95 mil milhões de dólares.

Uma economia em deterioração provocou uma série de cortes de empregos em massa em toda a América empresarial: desde bancos de Wall Street, como o Goldman Sachs e o Morgan Stanley até às empresas ‘Big Tech’ incluindo a Amazon.com e a Microsoft.

A indústria da tecnologia despediu mais de 280.000 trabalhadores desde o início de 2022, com cerca de 40% deles a chegar este ano, de acordo com o site layoffs.fyi.

A Meta, que está a investir milhares de milhões de dólares para construir o metaverso futurista, tem lutado contra uma queda pós-pandémica nos gastos em publicidade de empresas que enfrentam uma inflação elevada e taxas de juro crescentes.

A medida da Meta, em Novembro, de reduzir o número de efectivos em 13% marcou as primeiras saídas em massa nos seus 18 anos de história. O seu número de efectivos era de 86.482 no final de 2022, mais 20% que há um ano.

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta