Dívidas ocultas: PGR e Governo falam hoje sobre processo contra Credit Suisse

Dívidas ocultas: PGR e Governo falam hoje sobre processo contra Credit Suisse

A Procuradoria-Geral da República (PGR) e o Ministério da Economia e Finanças (MEF) pronunciam-se, hoje, segunda-feira sobre a acção do Estado, em Londres, contra o Credit Suisse, sobre as dívidas ocultas.

Uma nota do MEF avança que as duas entidades vão realizar uma conferência de imprensa em Maputo “sobre o processo do Estado Moçambicano em Londres envolvendo o Credit Suisse”.

O início do julgamento do processo das dívidas ocultas de Moçambique na justiça britânica está marcado para hoje, segunda-feira, em Londres, mas está incerto devido ao recurso sobre a imunidade de Filipe Nyusi e a possibilidade de um acordo extrajudicial.

O julgamento é o culminar de quase quatro anos de litígio na justiça britânica, à qual o país africano recorreu alegando suborno, conspiração para lesar por meios ilícitos e assistência desonesta para anular dívidas e reclamar compensação financeira no valor de milhões de dólares.

Mas, na sexta-feira, o Tribunal de Recurso autorizou o grupo naval Privinvest a recorrer de uma decisão que tinha reconhecido ao Presidente moçambicano Filipe Nyusi imunidade deste caso.

“Se o julgamento deve ou não ser adiado deve, portanto, depender do facto de qualquer parte solicitar e, obviamente, da opinião ponderada do juiz sobre se tal adiamento deve ser concedido. Esta questão cabe-lhe a ele”, referiu a juíza Elizabeth Laing na decisão.

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta