“Dívidas ocultas não afugentam investimentos”, diz Verónica Macamo

“Dívidas ocultas não afugentam investimentos”, diz Verónica Macamo

A ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação afirmou que o Governo está focado em libertar e reconstruir as localidades e insfra-estruturas destruídas pelos insurgentes em Cabo Delgado.

Segundo a VOA, Verónica Macamo disse que o caso das dívidas ocultas não afasta investimentos do país, apesar de o julgamento estar em curso. Na sua perspectiva, isto demonstra transparência.

Relativamente aos conflitos no norte, a permanência das tropas da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral “vai depender da análise da situação no terreno”.

Por outro lado, “estamos a trabalhar com a União Europeia, os Estados Unidos e outros países para a formação das nossas forças armadas”, disse Macamo.

Enquanto esteve em Nova Iorque, na Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), Macamo manteve contactos com o Governo e empresários americanos a procura de investimentos.

Nesses encontros, a ministra destacou a reforma fiscal em curso para atrair investimentos e lembra que existem outras áreas onde se pode investir “agricultura, pescas, indústria, infra-estruturas e turismo”.

Macamo confirma ter recebido apoio para a candidatura de Moçambique a membro não permanente do Conselho de Segurança da ONU em 2023.

Partilhar este artigo