Diamante rosa “impecável” arrecadado em leilão por 29,3 milhões de dólares

Diamante rosa “impecável” arrecadado em leilão por 29,3 milhões de dólares

A joia Sakura, com 15,81 quilates, foi vendida por 29,3 milhões de dólares em Hong Kong, tendo-se tornado o diamante purple-pink mais caro vendido em leilão, revela a “CNN”. A leiloeira Christie’s, responsável pela venda, afirma que o diamante apelidado pelas flores de cerejeira (árvores comuns no Japão) é o maior do seu tipo a ser leiloado.

Fixado num anel de platina simples, a pedra valiosa foi classificada como “impecável”, significando que possíveis manchas só são visíveis sob ampliação. A pedra foi também classificada como fancy vivid, uma medida apenas alcançada por 4% dos diamantes rosa.

A presidente do departamento de joias da Christie’s, Vickie Sek, descreveu o leilão como “um capítulo importante na história dos leilões de joias”. A responsável admitiu à “CNN” que a pedra tem “exactamente o tom da flor de cerejeira”, acrescentando que é extremamente raro os diamantes rosa serem classificados como perfeitos, uma vez que contém granulação muito visível. Outro ponto de satisfação foi o tamanho da pedra, uma vez que menos de 10% deste tipo de diamantes pesa mais de 0,2 quilates.

Apesar dos elogios, o preço final da Sakura ficou aquém da estimativa da leiloeira, que perspectivava vender a pedra preciosa por 38 milhões de dólares. Ainda assim, e apesar do valor ter ficado longe, o diamante purple-pink quebrou o recorde do leilão de uma pedra do género. No ano passado, o diamante “O Espírito da Rosa”, com 14,8 quilates, arrecadou 27 milhões de dólares em Genebra através da leiloeira Sotheby’s.

Até à data, o diamante deste género mais caro foi vendido em 2017. O diamante rosa de 59,6 quilates arrecadou o recorde ao ser vendido por 71,2 milhões de dólares na Sotheby’s de Hong Kong, tendo sido renomeado como CTF Pink Star pelos compradores.

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta