Detido agente da PRM e um guarda acusados de roubar computador de recenseamento

Detido agente da PRM e um guarda acusados de roubar computador de recenseamento

Um agente da Polícia da República de Moçambique (PRM) e um guarda de uma escola na cidade de Quelimane, província da Zambézia, acusados do roubo de um computador em uso para o recenseamento eleitoral.

De acordo com a Rádio Moçambique (RM) o furto teria ocorrido na noite de quinta-feira. Este é o segundo computador de recenseamento eleitoral roubado este mês na Zambézia. Até então, os mobile furtados em Morrumbala e Quelimane ainda não foram encontrados.

Sidney Lonzo, porta-voz da PRM, disse que investigações estão em curso para se identificar outros autores dos crimes, “e esperamos recuperar estes mobiles”.

“Claramente que a instrução que é dada ciclicamente aos nossos colegas é o cumprimento restrito da segurança deste material eleitoral e em algum momento têm consciência das responsabilidades caso algum material seja roubado”, disse.

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta