Covid-19: “Vacinados têm até menos 60% de risco de contrair variante Delta” – estudo

Covid-19: “Vacinados têm até menos 60% de risco de contrair variante Delta” – estudo

As pessoas totalmente vacinadas têm um risco de cerca de 50 a 60% menor de contrair a variante Delta do novo coronavírus, conclui um novo estudo britânico de larga escala publicado esta quarta-feira.

Investigadores do Imperial College London concluíram que as pessoas vacinas com duas doses de vacina tinham metade da probabilidade de testar positivo para COVID-19, sendo que esta percentagem se altera com outros factores como idade e doenças associadas, escreve a Reuters.

Com foco nos sintomas, a eficácia subiu para cerca de 59%, de acordo com o estudo, que cobriu um período em que a variante Delta arrasou com a variante Alpha, anteriormente dominante.

As conclusões não desdobraram, porém, os dados de eficácia por vacina.

Os investigadores garantem que as conclusões não são surpreendentes ou preocupantes, dado que os dados da investigação foram baseados em pessoas com sintomas e que por isso foram testadas.

O estudo constatou que a ligação entre infecções e internamentos começou a aumentar recentemente, movimento que coincide com a disseminação da variante Delta entre os mais jovens que podem não estar totalmente vacinados.

Partilhar este artigo