Conheça ‘’soft skills’’ mais procuradas no sector das Finanças

Conheça ‘’soft skills’’ mais procuradas no sector das Finanças

Antes da pandemia covid-19, o sector das Finanças já atravessava uma transformação. Tendo isso em conta, a Robert Walters realizou um estudo com mais de 5 500 profissionais e 2 200 empresas globais em 31 países para descobrir que factores vão continuar a impulsionar mudanças na função de Finanças nos próximos anos.

O estudo mostra que as cinco ‘’soft skills’’ mais procuradas no sector das finanças são Liderança & resolução de problemas (48%); Avaliação & análise de riscos (36%); Pesquisa & relatório (24%); competências de comunicação (23%) e conhecimento do negócio (20%).

O estudo revela que a pandemia COVID-19 afectou todas as funções de negócios em organizações de todos os sectores. Em alguns casos, as mudanças provocadas por esta pandemia mostraram-se positivas para o crescimento da receita, em particular, sectores economicamente críticos, como serviços financeiros e saúde, ao passo em que o desempenho de outros sectores, como lazer & turismo e eventos, foram impactados significativamente.

O impacto foi global e o câmbio resultante nas prioridades provocou mudanças nos modelos de negócios e nas cadeias de suprimentos, bem como nas funções de back office, como finanças.

Para os sectores que foram impactados negativamente, como retalho, construção e lazer e turismo, a mudança nos negócios reflecte-se no declínio das contratações de profissionais de contabilidade e finanças no ano passado.

No entanto, em muitos outros sectores – incluindo capital de risco & private equity (+6%), investment banking (+4%), online e digital (+4%) e saúde (+3%), o recrutamento para profissionais de finanças caminhou na contramão da tendência geral, e, de facto, observamos um aumento nas vagas de emprego no ano passado.

O estudo revela que os sectores com os maiores aumentos nas vagas de Finanças (2020-21) são:

Capital de Risco & Private Equity +6.27%

Investment Banking +3.77%

Online & Digital +3.7%

Saúde +3.31%

Energia Renovável & Meio Ambiente +3.14%

Serviços Financeiros +1.8%

Relações Governamentais +1.7%

Pesquisa +1.2%

Já os sectores com o maior declínio nas vagas de Finanças (2020-21) são:

Lazer, Viagem & Turismo -4.7%

Hospitalidade -3.30%

Eventos -2.8%

Entretenimento -1.7%

Vestuário & Moda -1.5%

Automotivo -1.00%

O estudo indica também que 40% das empresas do mundo congalaram temporariamente as contratações na área de finanças.

O sector de hospitalidade & lazer e desportos apresentou o maior índice de congelamento de colaboradores dentro da função de finanças, com até 90% das empresas a deixar de contratar activamente profissionais de finanças no decurso da pandemia.

Os sectores que menos adoptaram medidas em relação ao sector das finanças para conter qualquer impacto da COVID-19 foram os serviços bancários & financeiros, de tecnologia, jurídico, de seguros e os grandes escritórios de contabilidade.

Partilhar este artigo