CFM investe 18 mil milhões de meticais em Infra-estruturas

CFM investe 18 mil milhões de meticais em Infra-estruturas

A empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM) prevê investir para o presente ano, 18 mil milhões de Meticais em activos ferro-portuários ligados à infra-estrutura, bem como no incremento de material circulante para fazer face a contento das previsões de tráfego em todos os corredores, em que a gestão está sob sua alçada. A empresa investiu no ano passado mais de 9 mil milhões de Meticais.

De acordo com o Relatório de Contas referente ao ano 2020, na região sul, a empresa prevê aplicar mais de 11 mil milhões de Meticais para a aquisição de material circulante para fazer face à concorrência da rodovia no corredor de Maputo para as linhas de Goba, Ressano Garcia e Limpopo, bem como investir em novas áreas estratégicas de negócio, como exploração de gás natural.

Na zona centro do país, a empresa vai destinar 3,3 mil milhões de Meticais para reposição da capacidade operacional face aos dados causados pelo ciclone Idai. Desse valor, prevê ainda, entre outras acções, adquirir material circulante para fazer face à concorrência do tráfego rodoviário numa perspectiva de complementaridade e fazer a dragagem de manutenção do canal de acesso ao porto da Beira.

Já para a região norte do país, os CFM prevêem investir 498,8 milhões de Meticais na ampliação do porto de Pemba, tendo em vista a maximização do volume de negócio gerado com a implantação de projectos de exploração de gás natural e criar condições para o reatamento das actividades com normalidade do porto de Mocímboa da Praia tomado pelos terroristas que atacam a zona norte da província de Cabo Delgado há cerca de quatro anos. Os ressaltantes 3,9 mil milhões de Meticais, a empresa prevê investir em activos não especificados.

Partilhar este artigo