Autoridades preveem repor pontes até final do ano

Autoridades preveem repor pontes até final do ano

Quatro pontes metálicas vão ser instaladas até ao final do ano sobre os rios Messalo e Montepuez em estradas de Cabo Delgado, depois de intempéries e ataques armados terem travado obras de recuperação, anunciaram as autoridades.

As pontes vão ser colocadas na estrada nacional 380 (via asfaltada que liga norte ao sul de Cabo Delgado) e nas vias rurais 698 e 762, de ligação a Mueda e Quissanga, respectivamente, anunciou o director-geral da Administração Nacional de Estradas (ANE), Américo Dimande, citado por órgãos estatais.

A intervenção faz parte de um conjunto de trabalhos de emergência que decorre ainda na sequência dos estragos provocados pelo ciclone Kenneth em Abril de 2019.

O agravamento da insurgência armada na região desde quela altura tem travado diversas operações no terreno.

As pontes metálicas a instalar resultam de um donativo do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) no valor de 810 milhões de meticais.

Cabo Delgado é uma província rica em gás natural, mas aterrorizada desde 2017 por rebeldes armados, sendo alguns ataques reclamados pelo grupo extremista Estado Islâmico.

O conflito já provocou mais de 3 100 mortes, segundo o projecto de registo de conflitos ACLED, e mais de 817 mil deslocados, segundo as autoridades.

Desde Julho, uma ofensiva das tropas governamentais com o apoio do Ruanda a que se juntou depois a Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) permitiu aumentar a segurança, recuperando várias zonas onde havia presença de rebeldes, nomeadamente a vila de Mocímboa da Praia, que estava ocupada desde Agosto de 2020.

Agência Lusa

Partilhar este artigo