Air France adia arranque de Voos para Maputo

Air France adia arranque de Voos para Maputo

A Companhia francesa Air France anunciou o adiamento do arranque dos voos ligando Maputo e Paris, inicialmente programados para Junho.

A companhia não avança as razões para o adiamento, no entanto, informa que os mesmos estão reprogramados para o dia 31 de Outubro.

A Air France chegou a publicitar a venda de bilhetes através do seu website ́ na ́ internet. Em Moçambique, a promoção era feita através da agência de viagens Cotur.

Uma fonte da Cotur confirmou o adiamento dos voos da Air France, explicando depois que os bilhetes vendidos serão remarcados sem custos adicionais para os clientes.

“Neste caso, porque o adiamento é da própria companhia, todos os bilhetes vendidos podem ser remarcados e não haverá custos para os clientes”, assegurou.

Sem precisar os números, a fonte apontou que já havia muitas pessoas a manifestar interesse pela rota Maputo-Paris.

“Não me refiro em termos de vendas em si, mas havia, nos últimos dias, muitas pessoas a contactar-nos para saber mais detalhes sobre o voo”, sublinhou.

Nos últimos anos, o interesse da França pelo mercado moçambicano tem vindo a registar um crescimento assinalável, facto que veio a dinamizar-se em parte com a entrada da petrolífera Total nos projectos de gás natural da bacia do Rovuma.

Aliás, a França tem a segunda maior comunidade empresarial europeia em Moçambique, operando principalmente no sector de energia, transportes e logística, bem como nos serviços, nomeadamente bancos, recursos humanos, consultoria, auditoria, entre outros.

Desde 2015, os líderes das grandes empresas que operam no país decidiram criar Clube de Negócios França – Moçambique.

Em 2017, os dois países rubricaram um acordo que permite que as respectivas companhias aéreas possam estabelecer e explorar linhas regulares de transporte de passageiros, frete e correios, para além de as suas aeronaves poderem sobrevoar os territórios de ambos os Estados e efectuar escalas técnicas.

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta