Agente da PRM suicida-se por dívida de 200 mil meticais contraída para jogar Aviator

Agente da PRM suicida-se por dívida de 200 mil meticais contraída para jogar Aviator

Um jovem agente da Polícia da República de Moçambique (PRM), 22 anos de idade, suicidou-se, na quinta-feira (25), na cidade de Maputo, por conta de uma dívida contraída para jogar Aviator – um tipo de jogo de azar online – , segundo fonte da PRM.

De acordo a fonte, que falou ao MZNews, aquele agente da PRM deixou uma carta onde aponta a razão que o levou a retirar a sua própria vida.

“Ele deixou uma carta. A carta que deixou diz que tinha uma dívida de 200 mil meticais contraída para jogar Aviator”, disse, vincando que ainda não poderá partilhar a carta. “Neste momento não podemos partilhar a carta. Ainda estamos a investigar a veracidade disso”.

Jogos de azar: Crianças, jovens e os frustrados com a TSU têm maior riscos de cometer suicídio

Segundo uma cópia [mensagem reencaminhada] de uma nota da polícia [n°07/PPHGM/2024], o agente, que estava afecto à 18ª esquadra da Cidade de Maputo, saiu de casa às 06 horas e retornou às 09 horas. Já na casa, trancou-se no quarto e ligou para a namorada a quem informou a intenção de cometer suicídio. A namorada informou a madrinha do finado. Esta ligou e informou a tia materna sobre mensagem que recebeu da namorada do agente. Em seguida, a tia materna foi bater à porta do quarto do finado. Não tendo obtido a resposta, irrompeu contra a porta do quarto. A cena que encontrou foi o sobrinho já sem vida, enforcado por um pano semelhante a uma gravata, amarrado em um dos barrotes do quarto.

Este ano é a segunda morte de um agente da PRM por conta de dívidas contraídas para jogar Aviator. O primeiro caso de 2024 ocorreu no distrito de Funhalouro, província de Inhambane. A vítima foi um jovem de 24 anos de idade.

Em 2023 ocorreram outros casos de suicídios por conta de dívidas para jogos de azar, particularmente, Aviator.

Actualização: O MZNews teve acesso à referida carta através de outras fontes.  O valor em causa são cerca de 270 mil meticais.

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.