Google vai investir mil milhões de dólares em África durante cinco anos

A Google pretende investir mil milhões de dólares em África durante os próximos cinco anos para assegurar o acesso à Internet rápida e mais barata. Segundo o anúncio desta quarta-feira, a empresa vai apoiar a transformação digital do continente.

“Hoje estou entusiasmado por reafirmar o nosso compromisso com o continente. Pretendemos apoiar a transformação digital de África. A ideia passa por cobrir uma série de iniciativas, desde a melhoria da conectividade ao investimento em startups”, disse Sundar Pichai, CEO da Google e da Alphabet.

A unidade da Alphabet Inc (GOOGL.O) divulgou a informação num evento virtual onde lançou um Fundo de Investimento para África. Através deste o Google vai investir 50 milhões de dólares em startups, dando-lhes acesso aos seus colaboradores, rede e tecnologias.

Em colaboração com a organização sem fins lucrativos Kiva, Google vai disponibilizar igualmente 10 milhões de dólares em empréstimos a juros baixos. A ideia é ajudar pequenas empresas e empresários no Gana, Quénia, Nigéria e África do Sul a ultrapassar as dificuldades económicas criadas pela Covid-19.

A Google disse que o programa lançado o ano passado no Quénia em parceria com a Safaricom seria alargado a todo o continente com operadores móveis como a MTN, Orange e Vodacom. O programa permite aos clientes pagar os telefones 4G em prestações.

A empresa está a construir um cabo submarino para ligar África e Europa, o que, segundo a Safaricom, vai trazer uma Internet mais rápida e custos de conectividade mais baixos.

Partilhar este artigo