Combate ao cibercrime: Operação da Interpol resulta na detenção de 14 suspeitos em África

Combate ao cibercrime: Operação da Interpol resulta na detenção de 14 suspeitos em África

Uma operação contra o cibercrime, efectuada nesta sexta-feira pela Interpol e Afripol em 25 países africanos, resultou em 14 detenções e identificação de redes responsáveis por perdas de mais de 40 milhões de dólares.

Segundo a Interpol em comunicado, no total, foram descobertas 20.674 redes suspeitas nesta segunda operação contra a cibercriminalidade em África, que teve início em Abril e decorre há quatro meses.

Os países participantes receberam 150 relatórios analíticos da agência internacional de polícia, fornecendo informações e dados sobre ameaças cibernéticas que visam países específicos para investigação.

Nos Camarões, uma denúncia da Costa do Marfim levou à detenção de três pessoas relacionadas com uma burla em linha que envolvia a venda fraudulenta de obras de arte no valor de 850 mil dólares.

Nas Maurícias, foram apanhadas duas “mulas” encarregadas de transportar dinheiro obtido em burlas organizadas a partir de plataformas de mensagens.

Para a Interpol, a iniciativa pôs em evidência a “forte correlação” entre a criminalidade financeira e a cibercriminalidade.

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.